MÃOS À OBRA

2022-11-01T07:00:00.0000000Z

2022-11-01T07:00:00.0000000Z

Infoglobo Conumicacao e Participacoes S.A.

http://revistagloborural.pressreader.com/article/282505777544175

COMO PLANTAR

INÍCIO_ Sem ter ainda a prática para propagar a palmeira-ráfia, a recomendação é adquirir as primeiras mudas prontas em viveiristas idôneos existentes no mercado. Também planeje a compra de vários vasos de diferentes tamanhos e formatos, para vender as palmeiras já plantadas, além dos exemplares para a composição de paisagismos. AMBIENTE_ O local do plantio deve ter baixa luminosidade, com luz filtrada ou interior indireta. A proporção de sombreamento indicada é de 70% a 90%. Em área fechada, é preciso evitar o uso de ar-condicionado, pois a palmeira-ráfia não gosta de temperaturas baixas. A preferência é pela faixa dos 20 ºC. Tanto não tolera geadas quanto clima muito seco por períodos longos. Boa ventilação e umidade relativa do ar entre 50% e 70% são outros dois quesitos para o ambiente. PROPAGAÇÃO_ Como por meio de semente o crescimento das mudas é mais lento, com necessidade de cerca de 130 dias para germinarem, a divisão de touceira é a mais recomendada. Ao atingirem 30 centímetros de comprimento, as mudas podem ser retiradas da base da planta-mãe, utilizando uma tesoura de poda ou um canivete. Exclua o substrato em torno das mudas e transplanteas para um vaso ou local definitivo preenchido com novo material de adubação. PLANTIO_ Melhor em solo úmido, mas não encharcado. Por isso, deve ser bem drenado e, também, fértil, com pH neutro ou ácido. No caso de vasos, o fundo com furos e revestido com pedriscos e areia ajuda na drenagem. A palmeira-ráfia gosta de meia-sombra, sombra ou luz difusa, mas pode ser cultivada sob sol pleno. VASOS_ Em geral, devem ser grandes e largos, porém é possível variar o tamanho de acordo com o porte de palmeira que se pretende obter. No varejo há muitos modelos decorativos que, junto com a palmeira-ráfia, formam uma combinação charmosa para salas, terraços e entradas de residências e empresas. Importante é utilizar recipientes de cor clara, para que a raiz da planta não aqueça demais. As unidades de cor escura levam a uma maior absorção de calor, que pode prejudicar a palmeira. ADUBAÇÃO_ Pode ser realizada até anualmente, pois a ráfia não é uma planta exigente em nutrientes do solo e não demanda a reposição frequente de produtos. Com esterco de animais bem curtido, húmus de minhoca e torta de mamona, adube no ato do plantio e depois repita a cada primavera. Uma opção é aplicar NPK 10-1010 de seis em seis meses. IRRIGAÇÃO_ Vai depender da estação do ano e do local de cultivo. Em espaços fechados, indicam-se regas quinzenais, enquanto em plantios sob sol direto e lugares muito quentes chegam a ser necessárias até diariamente. Em época de frio mais acentuado, o intervalo é de um mês. Borrifar as folhas da palmeira-ráfia é uma prática que auxilia manter a folhagem sem poeira, limpa e viçosa.

pt-br